domingo, 14 de novembro de 2010

Plano de Unidade: proposta para o Ensino Médio

A avaliação final da disciplina Escola, Cultura e Sociedade, matéria da Pós-Graduação que faço, tinha como proposta dissertar sobre um evento cultural (Filme, peça, espetáculo, exposição visual, etc), embasado pelas discussões em aula.
Assim, me estimulei a criar um plano de unidade a fim de exemplificar a importância da cultura enquanto mediadora do ensino.
Sem entender a cultura ao nosso redor, não conseguiremos alcançar o objetivo de nossas aulas e sequer o objetivo da profissão docente, isto é, uma educação justa, transformadora, aberta aos sinais dos novos tempos e da diversidade, assim como tolhida de preconceitos e ranços.
Assisti no Espaço Sesc Copacabana uma peça de teatro chamada “Meniná, qualquer semelhança é mera coincidência”. A peça conta a vida de uma senhora dona de si, que se usando da licença poética, passeia por sua própria história e reencontra, nela mesma, as lembranças de dezenas de outras mulheres de seu tempo.
A peça começa quando Norma - cujo apelido, “Meniná”, - resolve se aventurar numa viagem marítima, apostando todo seu dinheiro para ser feliz, realizando um sonho absurdo, enquanto é tempo. Quando vai ao banco para retirar seu dinheiro, percebe seus lapsos de memória. Seguindo os conselhos do gerente, resolve voltar outro dia, depois de recuperar parte da memória imprescindível no preenchimento de um formulário. No caminho para casa, vendo cenas na rua através de flashes, começa a reestruturar sua história.
A obra, com a sua sensibilidade estética, transmite ao espectador tanto as dores e o peso de chegar à terceira idade, assim como a alegria e a despretensão de se ter aproveitado bastante a vida e poder gozar dela plenamente, mesmo com os percalços habituais dessa faixa etária.
Ao trazer tal problemática para o campo didático-pedagógico, podemos concatenar este evento cultural com a disciplina de Educação Física, matéria que leciono.
A peça aborda temas como saúde em seu nível mais abrangente, isto é, física e mental. A primeira diz respeito às limitações que a idade impõe ao indivíduo como a diminuição hormonal drástica, limitação da amplitude articular, perda da massa óssea e muscular, entre outros. Já a saúde mental “ataca” em questões como auto-estima, memória, identidade pessoal, etc.
Conforme é sugerido nos Parâmetros Curriculares Nacionais de Educação Física (1998),

“As relações que se estabelecem entre Saúde e a Educação Física são quase que imediatas e automáticas ao considerar-se a proximidade dos objetos de conhecimento envolvidos e relevantes em ambas as abordagens. Dessa forma, a preocupação e a responsabilidade na valorização de conhecimentos relativos à construção da auto-estima e da identidade pessoal, ao cuidado do corpo, à nutrição, à valorização dos vínculos afetivos e a negociação de atitudes e todas as implicações relativas à saúde da coletividade, são compartilhadas e constituem um campo de interação na atuação escolar.
A mera informação tem se mostrado insuficiente para a alteração ou construção de comportamentos favoráveis à proteção e à promoção da saúde do educando. Na verdade, a informação é o menor grau de participação possível. Cabe, portanto, ao professor a responsabilidade de lidar de forma específica com alguns aspectos relativos aos conhecimentos procedimentais, conceituais e atitudinais acerca deste tema. Assim, esta peça teatral pode ser um estopim para a discussão sobre tais questões".

Segue abaixo, exemplos de conteúdos de um plano de unidade que podem ser abordados nas aulas de Educação Física. Esses temas são perfeitamente adequados e pertinentes num ambiente como a cidade do Rio de Janeiro, onde a população idosa aumenta ano após ano, assim como a expectativa de vida do brasileiro, segundo dados do IBGE (2010).

·         Tema: Saúde na terceira idade.

·         Faixa etária dos alunos envolvidos: Ensino Médio, aproximadamente 14 a 17 anos.

·         Conceitos: Terceira idade; Mudanças fisiológicas; Distúrbios hormonais, Massa óssea, Massa muscular; Principais doenças; Respostas fisiológicas à atividade física para esta idade.

·         Procedimentos: Maneira de se abordar e ajudar um idoso; Verificar os idosos na família e suas necessidades particulares; Acessibilidade no espaço urbano; Atividades físicas recomendadas.

·         Atitudes: Solidariedade, cooperação, respeito.



OBJETIVOS ESPECÍFICOS


CONTEÚDOS

METODOLOGIA


MATERIA

RECURSOS

AULAS
Identificar a população idosa na cidade do Rio de Janeiro e suas dificuldades de acessibilidade urbana.

Conceito de terceira idade.

Com os gráficos do IBGE apresentado pelo professor sobre a população idosa no Brasil e, especificamente, no Rio de Janeiro.

Verificar quantos idosos existe na sua família e eu seu entorno.

Identificar as dificuldades urbanas de acessibilidade próximas à sua casa e à escola.
Gráficos
1
Identificar as atividades físicas próprias para a terceira idade e praticá-las na aula de educação física.
Alterações e benefícios fisiológicos (mudanças hormonais, massa óssea, massa muscular, freqüência cardíaca, pressão arterial, etc).
Praticar as atividades sugeridas pelos alunos e mediadas pelo professor.

Praticar as atividades trazidas pelo professor que não foram pensadas pelos alunos.
Bolas,
Colchonetes,
Bastões,
Piscina,
Bambolês.


4
Coletar as alterações fisiológicas verificadas nas aulas práticas.
Alterações e benefícios fisiológicos (mudanças hormonais, massa óssea, massa muscular, freqüência cardíaca, pressão arterial, etc).
Como uma cartolina, os alunos em grupos deverão escrever tais percepções.
Cartolina.
1
Debater sobre os direitos do idoso e as opções de espaços públicos de lazer na cidade.
Conceito de lazer;
Solidariedade, cooperação, respeito.
Ler o Estatuto do idoso.

Verificar as opções de espaços públicos de lazer e de prática de atividades físicas pela cidade.
Textos referentes ao tema (Estatuto de idoso).
1
Avaliar a situação atual do idoso na sociedade e definir propostas de melhorias.
Solidariedade, cooperação, respeito.
Mesa Redonda de reflexão e pontuar as sugestões dos alunos numa cartolina.
Cartolina.
1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário